Linux: Conceitos básicos sobre o NTP

Introdução

tux-04-128O serviço de NTP (Network Time Protocol) permite a sincronização dos relógios de computadores e outros dispositivos conectados à Internet. Este protocolo/serviço fornece aos clientes a marca de tempo no formato UTC (Universal Time Coordinated), esta informação combinada

ao Timezone local, permite determinar e ajustar o relógio para o horário local.

Em linhas gerais o NTP provê os meios para realizar a sincronização automática dos equipamentos conectados à rede, desta forma o administrador não precisa ajustar manualmente o relógio local de cada host.  Este serviço demonstra sua utilidade principalmente em ambientes de computação distribuída e quando do início e termino do “horário de verão”.

O NTP baseia-se em um modelo distribuído hierárquico. No topo da hierarquia estão os servidores Stratum 1, que obtém seu marca de tempo a partir de computadores ou dispositivos conhecidos como “relógios de referência” que podem ser relógios atômicos, receptores de GPS (Global Positioning System), ou similares.

Os servidores de NTP que obtém sua marca de tempo a partir de servidores Stratum 1 são denominados Stratum 2, já aqueles que sincronizam seus relógios com máquinas Stratum 2 são conhecidas como Stratum 3, e assim por diante. Esta estrutura hierárquica permite distribuir a carga de processamento entre os servidores, aumentando desta forma a estabilidade e a confiabilidade do ambiente.